Resenha com Mauricio Lopes - Futebol e Arbitragem


Quando as coisas não vão bem...

Quando as coisas não vão bem...

Pois é, quando as coisas não vão bem, você tem que pelo menos ajudar. Não é o que o aprendiz de técnico do Flamengo, Rogério Lourenço, vem fazendo. A equipe rubro-negra não tem um padrão de jogo, não consegue armar jogadas, joga na defesa, mas não acerta um contra-ataque.

Caros amigos, não se enganem, o problema do Flamengo não é só falta de bons atacantes, pois não adianta tê-los se não há ninguém que possa criar boas jogadas para eles. Val Baiano é fraco, mas a bola não chega de jeito nenhum e o cara fica a ver navios o tempo inteiro.

Sábado, na partida contra o Ceará, não foi diferente. Na verdade foi pior, Rogério escalou um time, que já sofre com a má condição física de Pet e Val Baiano, com os estreantes Renato Abreu e Leandro Amaral, que estão muito longe das condições físicas ideais. Para dificultar ainda mais, o técnico manteve Leandro no intervalo, só substituindo o atacante durante o segundo tempo e não mexeu mais no time até os minutos finais, mesmo com a equipe cearense crescendo na partida e o Flamengo colocando um palmo inteiro de língua para fora. Como se não bastasse, Rogério sacou Michael, que não jogou bem e estava sendo vaiado pela torcida aos 43 minutos e Val Baiano aos 47 minutos do segundo tempo, mantendo os esbaforidos Pet e Renato em campo. Essas substituições só serviram para abrir uma avenida pelo esquerdo da defesa do Flamengo, por onde o Ceará quase empatou o jogo e para que a torcida vaiasse implacavelmente os dois atletas sacados. Se Lourenço tirasse Pet e Renato do jogo, provavelmente a reação da torcida seria outra, aplaudindo esses jogadores. Que tem um técnico desses, não precisa de inimigo. Precisa? Perguntem ao Michael e ao Val Baiano.



Escrito por Mauricio às 22h43
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Gol do Botafogo

Gol do Botafogo

Semana passada na partida em que o Botafogo bateu o Atlético-MG por 3x0, o segundo gol do Botafogo foi originado a partir de um lance inusitado. Somália chutou de fora da área, a bola desviou no braço de Herrera, que se encontrava caído na área e foi parar no fundo das redes, enganando o goleiro do Galo, Fábio Costa.

O árbitro cumpriu a regra, interpretando que não houve intenção do atacante alvinegro ao tocar com o braço na bola. O que vocês acham? Seria melhor anular ou validar o gol?



Escrito por Mauricio às 13h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Partidas bem comandadas

Partidas bem comandadas

Excelentes as atuações de Carlos Eugênio Simon  na final da Copa do Brasil e do paraguaio Carlos Amarilla na semifinal da Taça Libertadores nesse meio de semana. Ambos mostraram como um árbitro deve se portar diante das dificuldades que partidas como essas impõem. Servem de exemplo para os jovens árbitros.

Quem não teve um comportamento muito elogiável foi o sempre ponderado e muito humilde e educado assistente gaúcho Altemir Hausmann. No fim da partida entre Vitória e Santos no Barradão ele foi na direção de um grupo de jogadores santistas e disse alguma coisa, que não deixou os atletas muito satisfeitos. O que terá sido? Pela reação dos atletas, não foram congratulações.

 

Dracena revela motivo da irritação com auxiliar: 'Foi um xingamento'



Escrito por Mauricio às 12h30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Leonardo Gaciba

Leonardo Gaciba

Ontem falei da lista dos novos aspirantes à FIFA e da possível entrada de um desses árbitros no lugar de Carlos  Eugênio Simon na seleta lista de árbitros da FIFA. Acabei esquecendo que o grande favorito para substituir o Simon na referida lista vem do próprio Rio Grande do Sul. Trata-se de Leonardo Gaciba, que basta ser aprovado nos testes físicos para reassumir seu lugar entre os melhores do país.



Escrito por Mauricio às 09h27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Novos aspirantes à FIFA

Novos aspirantes à FIFA

A CBF divulgou a lista dos novos árbitros aspirantes à FIFA. Um deles poderá ocupar a vaga de Carlos Simon a partir do próximo ano.

Três árbitros deixaram a lista de aspirantes anterior: José Henrique de Carvalho (SP), Francisco Almeida Filho (CE) e Elmo Resende (GO).

Segue abaixo a lista dos dez árbitros brasileiros aspirantes à FIFA:

    fonte: Ofício 133-CA-10 da CBF



Escrito por Mauricio às 09h50
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Faltou habilidade

Faltou habilidade

Fiquei triste pelo fato do Muricy não ter assinado contrato para ser o técnico da CBF. Ele já seria o meu indicado desde antes do Dunga. Tem um currículo invejável e foi durante muitos anos auxiliar técnico de ninguém menos que Telê Santana, com quem certamente aprendeu muito.

Nessa história ficou claro que faltou um pouco de habilidade ao presidente da CBF, que convidou o técnico sem consultar o clube sobre o assunto. O Fluminense por sua vez, ficou aborrecido pela maneira como a coisa foi conduzida e não abriu mão do contrato assinado.

Muricy foi um cara ético, que não desrespeitou o acordo firmado, fazendo valer mais a palavra que o papel. No fundo parecia esperar que o problema fosse solucionado durante a semana. O cargo de treinador da seleção, além de dar mais status, é muito mais estável. A CBF não quis esperar e chamou Mano Menezes, que não titubeou a aceitou a proposta.

Os maiores prejudicados dessa história? Muricy e o torcedor brasileiro.



Escrito por Mauricio às 09h39
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Abre o olho

Abre o olho

É bom o Fluminense abrir o olho porque o Deco pode não pintar nas Laranjeiras e ficar em São Paulo mesmo. Qual o clube? O Palmeiras do Felipão.



Escrito por Mauricio às 16h19
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Final duríssima

Final duríssima

Bem amigos, a Copa do Mundo acabou e felizmente a Espanha sagrou-se, de forma merecida, campeã do mundo.

A partida final foi disputadíssima e em certos momentos violenta. Enquanto a Espanha utilizava sua principal arma para não deixar o adversário jogar, o toque de bola, a Holanda distribuía pontapés, recebendo várias advertências. Entendi a lógica do árbitro Howard Webb de não expulsar logo um atleta holandês, para não estragar a decisão, mas existe um limite. A falta de De Jong no Xabi Alonso foi desclassificante e deveria ter sido punida com cartão vermelho. A partir desse lance, o árbitro não teve mais moral para expulsar ninguém e quase perde o jogo.

No fim, o importante foi que o futebol pragmático, com muitas faltas e jogo brusco, apesar dos atletas de qualidade, foi batido pelo jogo criativo e envolvente, porque não empolgante, imprimido pela seleção espanhola.



Escrito por Mauricio às 16h15
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Seleção da Copa

Seleção da Copa

Caros amigos, como sempre, nessa época da competição, vários sites fazem enquetes para saber qual é a seleção da Copa na opinião do internauta. Vou colocar a minha abaixo e aguardo a de vocês para ver a opinião de todos. Só valem 11 titulares.

Casillas (ESP), Lahm (ALE), Lugano (URU), Puyol (ESP) e Van Bronckhorst (HOL); Schweinsteiger (ALE), Xavi (ESP), Iniesta (ESP) e Sneijder(HOL); Forlán (URU) e Villa (ESP).



Escrito por Mauricio às 12h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Impressões sobre os jogos finais

Impressões sobre os jogos finais

Meus amigos, a Copa do Mundo vai chegando ao fim e aproveito para deixar aqui o que penso que pode acontecer nos dois jogos, de sábado e domingo.

Na disputa de terceiro lugar, entre Alemanha e Uruguai, penso que os uruguaios estejam mais motivados e vão entrar com mais vontade na partida. Aliás, disposição foi o que não faltou aos uruguaios nessa Copa, principalmente na partida contra a Holanda, quando lutaram bravamente até o fim por um resultado melhor. Muito diferente da soberba e apatia brasileira na derrota para o mesmo adversário. Suarez fez muita falta na semifinal e Diego Forlán estava contundido, acredito que com dois em campo, mais o provável retorno de Lugano, o Uruguai se torná bem mais forte. A Alemanha entra desmotivada, pois era considerada uma das prováveis finalistas e falhou mais uma vez contra a Espanha, que já havia batido os alemães na final da Eurocopa. Talvez a maior motivação do time alemão seja fazer de Klose o maior artilheiro de todas as Copas.

A esperada final da Copa de 2010 será inédita e colocará um novo país no rol dos Campeões Mundiais.

Confesso que fiquei dividido, sem saber para quem iria torcer na partida de domingo, pois simpatizo pelas duas escolas, que jogam um futebol vistoso e ofensivo.

Gosto muito da seleção holandesa, principalmente da dupla Sneijder e Robben. Van Persie está apagado na Copa, mas também é um bom jogador. O esquema de jogo holandês explora as jogadas pelas pontas e mantém Van Persie fazendo um pivô no meio dos zagueiros adversários. Sneijder é o grande articulador das jogadas. No sistema defensivo, os volantes são muito bons, mas os zagueiros são fracos.

A Espanha me encantou pelo mesmo motivo que encantou os amantes do futebol bonito nessa Copa. Os espanhóis conseguem a proeza de não deixar o adversário jogar, sem serem violentos ou pararem as jogadas. Isso se dá pelo simples motivo de que eles mantêm o tempo todo a posse da pelota, com um toque de bola fascinante, que empolga a todos. Sem ter a bola nos pés, o adversário não tem como agredir a seleção espanhola, que numa certa hora chega ao gol. É uma pena que Fernando Torres não tenha se recuperado totalmente de uma contusão, pois com ele em forma a Fúria seria ainda mais forte e provavelmente teria um ataque mais eficiente. Os destaques da Espanha nessa Copa para mim são: o goleiro Casillas, o zagueiro Puyol, os meias Xavi e Xabi Alonso, o atacante e provável artilheiro da Copa Villa e o craque da Copa Iniesta.

Para o bem do futuro do futebol, que me desculpem os holandeses, a Espanha tem que ser campeã no domingo e influenciar várias escolas com seu jeito bonito de jogar.



Escrito por Mauricio às 10h35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Árbitros finalistas

Árbitros finalistas

Como já havia adiantado aqui várias vezes (veja os posts de 25/6, 29/6, 2/7, 4/7 e 5/7) apesar da torcida contra de alguns comentaristas de arbitragem brasileiros,  o inglês Howard Webb será o árbitro da final da Copa de 2010. O árbitro inglês teve um excelente desempenho na competição e mereceu a indicação. Em minha opinião a arbitragem terá um representante digno da sensacional partida que promete ser a final de domingo.

Para a disputa do terceiro lugar, o indicado foi o mexicano Benito Archundia, que provavelmente seria o árbitro da final, caso o Uruguai vencesse a Holanda. Outro bom árbitro para um bom jogo. Nesse caso a FIFA poderia ter escalado um árbitro mais jovem, de um país com menos tradição, mas preferiu não arriscar.

Estão dizendo que Carlos Simon ficou de fora da reta final por ter anunciado em seu Twitter quem seria o árbitro de Brasil x Holanda, antes que a FIFA fizesse o anúncio oficial, desrespeitando uma orientação de que os árbitros não se manifestassem publicamente sobre assuntos internos. Se as coisas aconteceram dessa forma mesmo, foi uma tremenda bola fora de nosso árbitro, que pelas atuações, merecia ir mais longe no mundial.


Não poderia deixar de elogiar as atuações dos árbitros das semifinais, tanto Ravshan Irmatov (Holanda x Uruguai) quanto Viktor Kassai (Alemanha x Espanha) foram muito bem. Na partida do húngaro Kassai um detalhe chamou a atenção: o árbitro na usou os cartões. Tudo bem que a partida ajudou, mas mesmo assim é muito difícil conduzir um jogo dessa maneira, ainda mais numa Copa do Mundo. O uzbeque Irmatov teve um grande desempenho na Copa e foi agraciado com várias partidas pela comissão de arbitragem da FIFA. A única em que não me agradou foi Alemanha x Argentina, mas não foi nada que tenha interferido no resultado. Se coloca como um dos grandes nomes da arbitragem mundial.



Escrito por Mauricio às 09h54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Impressões táticas sobre as semifinais

Impressões táticas sobre as semifinais

Não poderia me furtar de fazer meus comentários sobre o que espero para as semifinais da Copa.

Hoje teremos um grande duelo entre Uruguai e Holanda. A seleção do Uruguai, como já escrevi anteriormente, joga com o coração na ponta da chuteira e sobrevive da qualidade de seus trio de atacantes formado por Forlán, Suarez e Cavani. Como Suarez está suspenso, por ter sido expulso na partida contra Gana,  os uruguaios terão mais dificuldades ainda na partida, dependendo muito de uma noite inspirada de Forlán, que tem sido um dos destaques da Copa. A seleção holandesa é mais equilibrada e vai jogar com a sua trinca ofensiva completa (Sneijder, Robben e Van Persie), essa situação reforça ainda mais sua condição de favorita. Os holandeses apresentam um esquema de jogo mais consistente e equilibrado, com poder de marcação e força ofensiva. Parecem que vão chegar às finais mais uma vez.

Amanhã acredito que teremos uma grande partida. Alemanha e Espanha apresentaram o melhor futebol da Copa. A Alemanha pela eficiência de sua equipe, que os números não deixam enganar. Os alemães possuem um contra-ataque mortal, mas jogam com uma alegria nunca antes vista no futebol alemão. A Espanha pela categoria da equipe, que tem no toque de bola sua maior virtude. Os espanhóis nos trouxeram novamente a esperança de ver um futebol bem jogado e com resultados positivos. Tem gente que acha que a Espanha depende muito do Villa, que é quem faz os gols, mas ele apenas é o complemento de uma equipe bem armada e de qualidade. Muitos podem colocar os alemães como favoritos, mas o resultado é imprevisível. Vai valer à pena ficar na frente da TV para acompanhar esse jogo.



Escrito por Mauricio às 09h21
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




FIFA divulga lista de árbitros que permanecem na Copa

FIFA divulga lista de árbitros que permanecem na Copa

A FIFA divulgou hoje a lista dos árbitros que permanecerão na África do Sul, além de indicar os apitadores das semifinais.

A entidade máxima do futebol surpreendeu ao manter na Copa árbitros como Yuichi Nishimura (JAP) e Pablo Pozo (CHI), dispensando Carlos Simon (BRA) e Hector Baldassi (ARG), que apresentaram um desempenho melhor na competição que os seus concorrentes.

Para as semifinais, a FIFA escalou mais uma vez o uzbeque Ravshan Irmatov, que, em minha opinião, vinha bem no Mundial até dirigir no sábado a partida Alemanha x Argentina. No duelo em que os alemães eliminaram os argentinos, Irmatov não mostrou pulso para controlar as reclamações dos hermanos, que só faltaram tomar o seu apito. Além disso, cometeu uma falha terrível, que acabou prejudicando os selecionado alemão para a semifinal contra a Espanha, ao advertir o meia Müller por colocar a mão na bola, num lance que poderia deixar passar o cartão. Di Maria, um pouco antes, colocara a mão na bola de forma acintosa e não foi advertido. Faltou critério. Não deixa de ser bom árbitro, mas tem que ficar mais esperto. Ele dirige Uruguai x Hoalnda.

Já para a partida entre Alemanha e Espanha o árbitro designado foi o húngaro Viktor Kassai, que é bom árbitro, mas não deixa de ser surpresa.

Veja a lista dos dez árbitros que permanecem na Copa do Mundo:

Ravshan Irmatov (Uzbequistão)
Viktor Kassai (Hungria)
Yuichi Nishimura (Japão)
Jerome Damon (África do Sul)
Benito Archundia (México)
Marco Antonio Rodriguez Moreno (México)
Pablo Pozo (Chile)
Oscar Ruiz (Colombia)
Frank De Bleeckere (Bélgica)
Howard Webb (Inglaterra)

Pela lista, a final fica mesmo entre os mexicanos Archundia e Rodriguez, além do inglês Webb. O belga Bleeckere corre por fora.



Escrito por Mauricio às 16h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Arbitragem na reta final

Arbitragem na reta final

Com os semifinalistas da Copa definidos e com Brasil e Argentina fora, ficam mais claras as possibilidades de escala para os próximos jogos.

Acredito que a partida entre Uruguai e Holanda seja entregue a um dos mexicanos presentes no mundial, Benito Archundia ou Marco Rodriguez. Já a partida entre Alemanha e Espanha será de Carlos Simon ou Hector Baldassi, com uma possibilidade muito pequena para Howard Webb. Quem sobrar desses cinco nomes, logicamente dependendo principalmente da classificação ou não do Uruguai, é forte concorrente para apitar a final de domingo.



Escrito por Mauricio às 22h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A imagem e semelhança

A imagem e semelhança

Brasil e Argentina tiveram histórias parecidas no mundial da África do Sul. Ambas as seleções jogaram a imagem e semelhança de seus técnicos, o detalhe, porém, é que a Argentina não tinha um Maradona e o Brasil não tinha um Dunga. O argentino sonhava com a Copa de 1986, enquanto o brasileiro com a Copa 1994.

Os argentinos jogaram um futebol ofensivo, que chegou a empolgar em alguns momentos, mas seu sistema defensivo era horroroso. A verdade foi que se esperava que Messi fizesse o mesmo papel que Maradona fez em 1986, mas o craque do Barcelona está muito longe de ser um novo Dom Diego. Os hermanos não tinham um sistema tático definido e isso custou muito caro quando enfrentaram uma equipe melhor organizada e de mais tradição como a Alemanha.

A equipe brasileira sofreu dos males que avisamos com antecedência. Com um meio de campo burocrático, que trocava passes laterais em excesso, nosso time ficou dependente de um Kaká mal fisicamente e que não tinha ninguém para substituí-lo numa eventualidade. A contusão de Elano deixou a situação ainda pior. Robinho não encontrou em território africano as mesmas facilidades que lhe deram os beques do interior paulista no primeiro semestre, não rendendo suficientemente para suprir a falta de criatividade do restante da equipe. Muitos querem fazer de Felipe Melo um bode expiatório, mas quando ele foi expulso na partida contra a Holanda, a vaca já tinha ido para o brejo, justamente porque só tínhamos elenco para a conta do chá. Quando as coisas não deram certo, não havia como mudar.



Escrito por Mauricio às 22h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Homem, Portuguese, Spanish
Histórico
    Outros sites
      Cartão Vermelho
      Petrobras Fatos e Dados
      A regra é clara - Arnaldo César Coelho
      Além do jogo - Marcelo Damato
      Conversa Fiada - Paulo Henrique Amorim
      Blog do Juca Kfouri
      Voz do Apito
      Andei Pensando - Sirelli
      Blog do Sérgio Corrêa
      Museu dos Esportes
      SPORTmania
      Blog da Vida
      Blog da Silvia Regina
      UOL - O melhor conteúdo
    Votação
      Dê uma nota para meu blog